Skip Navigation
qualidade do ar

Qualidade do ar

A proteção ambiental é um dos objetivos da thyssenkrupp CSA.

Para assegurar a qualidade do ar do Estado do Rio de Janeiro, o INEA mantém estações de monitoramento em diversos locais do Estado. Nas redondezas da thyssenkrupp CSA, há três estações que permitem o livre acesso aos dados coletados e às informações de qualidade do ar da região. Para acessar, clique: Autoridade Estadual de Meio Ambiente INEA

Monitoramento Contínuo de Fontes Fixas

A thyssenkrupp CSA realiza o monitoramento contínuo de suas fontes fixas através de medidores instalados nas suas chaminés que monitoram 24h por dia a emissão de material particulado e gases, como SO2 (dióxido de enxofre) e NOx (óxidos de nitrogênio). Os valores medidos são enviados online de hora em hora, via WEB, para a Central Telemétrica do INEA. A equipe de Meio Ambiente da thyssenkrupp CSA analisa os dados do monitoramento contínuo diariamente, comparando os resultados com os limites de emissão estabelecidos pela Licença do INEA e pela Resolução CONAMA nº 382/2006. Todos os equipamentos de medição contínua são calibrados periodicamente, de acordo com a legislação vigente.

Monitoramento Isocinético de Fontes Fixas

Também é realizado o monitoramento descontínuo das fontes fixas – monitoramento isocinético. A thyssenkrupp CSA está vinculada ao PROMON Ar (Programa de Auto Monitoramento de Emissões Atmosféricas) e monitora suas 19 principais chaminés na frequência definida pelo INEA. As coletas são realizadas por uma empresa contratada e as amostras são analisadas por um laboratório credenciado pelo INEA e acreditado pelo INMETRO. São realizadas campanhas com 03 amostragens de duração de 60 minutos cada, nos dias definidos junto ao órgão ambiental para cada fonte monitorada. Os resultados destas amostragens devem atender aos limites de emissão estabelecidos pela Licença (de Operação) e pela Resolução CONAMA nº 382/2006 e são reportados mensalmente para o INEA.

Monitoramento de Emissões Fugitivas

Além do monitoramento das fontes fixas, a thyssenkrupp CSA monitora as chamadas “emissões fugitivas”. Estas emissões são visíveis e são assim chamadas porque não foram capturadas pelo sistema de controle ambiental existente. É realizado o monitoramento das emissões fugitivas do Alto Forno e da Aciaria através de câmeras de filmagem contínua. Estas câmeras estão instaladas em pontos determinados que permitam a melhor visada da área a ser monitorada.

A metodologia consiste na quantificação e na classificação das emissões de acordo com um fator que determina a criticidade da ocorrência. Este fator é calculado através do produto entre altura da pluma (m) x largura da pluma (m) x tempo de duração da pluma (h). As variáveis são determinadas com base na imagem da pluma máxima de cada emissão, que então é classificada em: nível 1 (emissões leves), nível 2 (emissões moderadas) e nível 3 (emissões intensas/críticas). A equipe de Meio Ambiente verifica em tempo real qualquer evento de emissão e interage imediatamente com as áreas operacionais, para a identificação dos modos de falha e atuação sobre as causas dos eventos.

O INEA possui o controle de uma das câmeras instaladas para o monitoramento de emissões fugitivas. Por meio desta, com rotação de 360º, o órgão ambiental monitora tanto o Alto Forno, Poço de Emergência e a Aciaria da CSA.

Além do monitoramento por câmeras do Alto Forno e da Aciaria, a CSA também realiza o monitoramento de emissões fugitivas dos enfornamentos da Coqueria através do método visual comparativo por imagens, no qual os operadores classificam as emissões ocorridas em três níveis de acordo com a criticidade da ocorrência.

Todos os resultados dos monitoramentos de emissões atmosféricas, sejam de fontes fixas ou fugitivas, são reportados trimestralmente através de relatórios para o INEA que contemplam a análise crítica dos resultados e das ações implementadas para solução das causas.

Monitoramento da Qualidade do Ar

A thyssenkrupp CSA, implantou e opera uma Rede Automática de Monitoramento da Qualidade do Ar e Meteorologia – RAMQAM.

Esta rede é composta por 03 estações automáticas instaladas na região (Santa Cruz e Itaguaí) e foi inspecionada e aprovada pelo INEA em janeiro de 2009.

As estações da RAMQAM CSA são totalmente automatizadas, realizando medições 24 horas por dia das concentrações de poluentes na atmosfera e condições meteorológicas de superfície, com o envio dos dados horários para a Central Telemétrica do INEA

Para garantir que as medições dos poluentes sejam confiáveis, todos os analisadores são calibrados mensalmente, utilizando um gás padrão certificado para cada poluente. São emitidos certificados de calibração e enviados para o INEA.

Os parâmetros de qualidade do ar e meteorológicos monitorados em cada estação estão abaixo elencados:

qualidadedoar
Para o topo